Google+

elvisking's place...

elvisking's place...
Welcome to my World...Here
Source: MJJChannel

Support Elvis Presley - Twitter

Support Michael Jackson - Twitter

Player Fonte: XCarlosRojasX Channel, Maniac221 Channel, Number Ones Channel, Carterista94 Channel, Staciumadalin Channel, MichaelJacksonHDHQ2 Channel, TheRumberos Channel Fonte: the ElvisZone Channel - Powered by Livestream

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Voz: Tom natural de Michael Jackson não era agudo


A voz aguda de Michael Jackson é uma de suas marcas registradas, certo? Mas parece que essa característica do cantor não era muito natural para ele. Quem revela a informação é o conselheiro espiritual do cantor, June Gatlin.Em entrevista para o documentário Gone To Soon, de acordo com o New York Post, ele conta:- A voz aguda de Michael Jackson é uma de suas marcas registradas, certo? Mas parece que essa característica do cantor não era muito natural para ele. Quem revela a informação é o conselheiro espiritual do cantor, June Gatlin.
Em entrevista para o documentário Gone To Soon, de acordo com o New York Post, ele conta:- Sua voz não tinha um tom agudo. Ela era grave, uma voz de homem.O motivo do cantor adotar o tom que usava para cantar também para sua voz falada é explicado por  Ian Halperin, o diretor do documentário que vai ao ar na televisão norte-americana no dia do aniversário de morte do cantor, sexta-feira, dia 25:- Ele queria agir como um garoto. Ele também sentia que era um jeito do público amá-lo mais.Michael teria procurado o auxílio de June  para meditar e tentar ser ele mesmo, falando com sua voz natural. Michael nunca falou com seu tom de voz natural nem com sua família segundo o conselheiro.Sua voz não tinha um tom agudo. Ela era grave, uma voz de homem.
O motivo do cantor adotar o tom que usava para cantar também para sua voz falada é explicado por  Ian Halperin, o diretor do documentário que vai ao ar na televisão norte-americana no dia do aniversário de morte do cantor, sexta-feira, dia 25:- Ele queria agir como um garoto. Ele também sentia que era um jeito do público amá-lo mais.Michael teria procurado o auxílio de June  para meditar e tentar ser ele mesmo, falando com sua voz natural. Michael nunca falou com seu tom de voz natural nem com sua família segundo o conselheiro.A voz aguda de Michael Jackson é uma de suas marcas registradas, certo? Mas parece que essa característica do cantor não era muito natural para ele. Quem revela a informação é o conselheiro espiritual do cantor, June Gatlin.
Em entrevista para o documentário Gone To Soon, de acordo com o New York Post, ele conta:- Sua voz não tinha um tom agudo. Ela era grave, uma voz de homem.O motivo do cantor adotar o tom que usava para cantar também para sua voz falada é explicado por  Ian Halperin, o diretor do documentário que vai ao ar na televisão norte-americana no dia do aniversário de morte do cantor, sexta-feira, dia 25:- Ele queria agir como um garoto. Ele também sentia que era um jeito do público amá-lo mais.Michael teria procurado o auxílio de June  para meditar e tentar ser ele mesmo, falando com sua voz natural. Michael nunca falou com seu tom de voz natural nem com sua família segundo o conselheiro.


Fonte: estrelando.r7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar